Sinfazfisco – MG
Arquivo

Sinffaz garante na Justiça os Direitos dos Aposentados

O Sinffaz obteve sucesso em mais uma ação coletiva. Ontem, 21 de novembro, o Juiz da 2º Vara de Feitos Tributários da Comarca de Belo Horizonte – MG decidiu que a cobrança da contribuição previdenciária dos servidores inativos em relação ao período anterior à promulgação da Emenda nº 41/2003 é inconstitucional.
 
O Sinffaz ajuizou a ação coletiva, uma vez que o Governo do Estado editou a Lei Complementar nº 64/2002 instituindo a contribuição previdenciária no percentual de 4,8% para os aposentados. Ocorre que somente após a publicação da Emenda nº 41/2003 é que se constitucionalizou a possibilidade de contribuição previdenciária por parte dos servidores públicos inativos.
 
O Juiz da 2º Vara concordou com a tese do Sinffaz e determinou que os valores cobrados entre a vigência da Lei Complementar (outubro de 2002) e da regulamentação da Emenda Constitucional (abril de 2004) fossem devolvidos para os filiados aposentados do Sinffaz.  
 
O Departamento Jurídico do Sinffaz informa que esta decisão é de primeira instância, ainda sendo cabível recurso por parte do Estado.
 
Aqueles que quiserem saber mais sobre a ação podem entrar em contato com o Departamento Jurídico do Sinffaz através do email: juridico@sinffaz.org.br.
 
 
Jurídico Sinffaz
 
De Acordo: Diretoria do Sinffaz

Notícias Relacionadas

Procon Assembléia recebe Código de Defesa do Consumidor em braille

integrate

Projeto que cria código do usuário do serviço público passa na CCJ

integrate

Jornal OGestor online

integrate