Sinfazfisco – MG
Arquivo

Sinffaz Desmente Sindifisco-MG

Mais uma vez o Sindifisco-MG utiliza de inverdades, através de seu meio de comunicação, na tentativa de capitar algum tipo de ação positiva frente a categoria dos Auditores Fiscais. (Veja abaixo o Comunicado da Diretoria do Sindifisco-MG nº 10, de 09 de fevereiro de 2011).

COMUNICADO Nº 10
 
Desta vez, a Diretoria do Sindifisco-MG tenta ludibriar os Auditores Fiscais fazendo com que os mesmos acreditem em uma inverdade. O Sindifisco-MG relata que o referido sindicato e sua categoria estariam sendo atacados pelo Sinffaz, em virtude de o mesmo ter apresentado queixa-crime contra o Sindifisco-MG e sua diretoria.
 
A atitude adotada pelo Sindifisco-MG, de tentar distorcer os fatos a fim de reverter a situação em proveito próprio, poderá resultar na perda de sua credibilidade, além de configurar uma falta de respeito para com a categoria dos Auditores Fiscais da Receita Estadual.
 
Importa esclarecer que, de fato, existem duas queixas-crimes ajuizadas pelo Sinffaz, uma contra a Diretoria anterior (gestão 2008/2009) e outra contra a atual Diretoria do Sindifisco-MG (gestão 2010/2011). Mas o que deve ser cientificado é que o Sinffaz, por ter recorrido ao judiciário, de forma nenhuma tenta “intimidar a categoria” ou “criminalizar a luta sindical”, como foi afirmado no Comunicado da Diretoria do Sindifisco-MG de 09/02/2011. Fomos compelidos a utilizar das vias judiciais em virtude da atitude desrespeitosa e difamatória com que as diretorias do Sindifisco-MG vinham se posicionando em relação à categoria dos Gestores Fazendários.
 
Ora, ao contrário do que alega o Sindifisco-MG, o Sinffaz está exercendo as garantias constitucionalmente previstas (art. 8º, III, CR/88) para defender a sua categoria.
 
Diante dos fatos, uma indagação merece ser realizada: Se o Sinffaz está errado, por que a Diretoria do Sindifisco/MG mudou de atitude depois de serem questionados judicialmente? Desejamos apenas que seja reconhecido, publicamente, o erro e que o Sindifisco-MG e sua diretoria se retratem através dos mesmos meios de divulgação citados nos processos.
 
O Sinffaz, como o legítimo representante das categorias de Gestor Fazendário e Auditor Fiscal, desde a sua fundação, em 15/04/1989, época, inclusive, em que o Sindifisco-MG ainda não havia sido criado, vem realizando a sua missão de defender os interesses de seus filiados, GEFAZ e AFRE. Dessa forma, não há que se cogitar de que o sindicato que estatutariamente representa a categoria dos Gestores e Auditores, proporia uma ação que fosse contra os interesses de ambas as categorias. O que deve restar claro é que demandamos judicialmente contra atos da Diretoria do Sindifisco-MG, jamais contra qualquer das categorias que representamos.
 
As demandas jurídicas intentadas pelo sindicato demonstram, exatamente, o comprometimento, preocupação e responsabilidade para com os seus representados, o que se comprova com a leitura do ícone “ações judiciais” disponibilizado no sítio eletrônico do Sinffaz: http://www.sinffaz.org.br/sinffaz_acoes_judiciais.php.
 
É justamente o respeito, a eficiência e o comprometimento do Sinffaz que vem atraindo grande quantidade de novas filiações, tanto de Gestores Fazendários quanto de Auditores Fiscais.
 
Em edições anteriores, fizemos publicar no sítio do Sinffaz duas cartas com a finalidade de esclarecer sobre os nossos pleitos, destacando que em momento algum pedimos para que os Gestores Fazendários sejam transformados em Auditores Fiscais, além de desmentir algumas inverdades publicadas pela diretoria do Sindifisco, as quais podem ser lidas em: Carta Aberta aos Auditores de 23/10/2009, Carta Aberta aos Gestores, Auditores, Técnicos, Analistas e à Sociedade de 20/12/2010.
 
Estamos sempre abertos e à disposição para discutir ideias que tragam crescimento aos nossos representados.

Atenciosamente,
 
Paulo César Marques da Silva
Presidente do Sinffaz
 

Notícias Relacionadas

Tabela atualizada GEFAZ

integrate

Presidente do Sinffaz participará de um debate

integrate

Desconto Conta Reserva – Licença Saúde

integrate