Sinfazfisco – MG
Arquivo2

SINFFAZ realiza encontro de Gestores no Triângulo Mineiro com participação de Deputados

O Encontro de Gestores e Reunião Itinerante do SINFFAZ na região do Triângulo Mineiro aconteceu em um sábado, no dia 22 de março, no Hotel Plaza Shopping, em Uberlândia. O evento contou com a participação de diversos representantes da Diretoria do SINFFAZ, como o Presidente, Marcus Vinícius Bolpato; o Diretor Jurídico, Unadir Gonçalves Júnior; o Diretor Político, Hugo Renê de Souza; o Diretor Regional de Uberaba, Ivo Pereira de Souza; a Diretora Regional de Montes Claros, Gláucia Rodrigues; a responsável pelo Departamento de Administração, Edelweis Barcelos; a equipe de Comunicação do SINFFAZ e os Gestores das cidades da região.

Durante o encontro foram expostas as ações do Sindicato em 2014, dentre elas as mais de 300 ações judiciais em andamento no Departamento Jurídico; as informações sobre a tramitação da PEC 186 e as ações que buscam garantir o enquadramento dos Gestores Fiscais/TTEs/Exatores/Coletores no novo cargo da nova e iminente Administração Tributária de MG; os projetos desenvolvidos pelo Departamento de Comunicação; a repercussão do II CONSAT e outros assuntos de interesse da categoria.

Na oportunidade, também foi apresentado o artigo científico dos ProfessoresDoutores Hugo de Brito Machado e Hugo de Brito Machado Segundo, divulgado na primeira publicação do ano de 2014 da RFDT – Revista Fórum de Direito Tributário – Doutrina e Jurisprudência Selecionada.

Ainda foram discutidas as mazelas que se abatem sobre o cargo e/ou carreira de 118 anos de história – O Gestor Fazendário do Grupo de Fiscalização e Arrecadação Tributárias, por conseguinte, cargo do Fisco mineiro integrante da Administração Tributária de Minas Gerais – Gestor Fiscal, tais como:

– O brutal assédio moral coletivo ao Gestor Fiscal, consubstanciado na sua intimidação, perseguição, subutilização, apropriação indébita do seu trabalho, esvaziamento e fechamento das AF’s e PF’s;

– A afronta à lei, especificamente ao ditame da remuneração equânime entre Gestores e Auditores Fiscais do GTFA, determinado no art. 33 da Lei 15464/05, com o absurdo e inconstitucional decreto que instituí, a partir de outubro deste ano, limites de GEPI diferentes entre Gestores posicionados no Nível I da estrutura do seu cargo, Gestores posicionados no Nível II e Auditores Fiscais, todos integrantes do mesmo Grupo de Atividades, permitindo o aumento dos vários fossos abissais quanto à remuneração de Gestores e Auditores Fiscais, que variam entre 10 mil a 40 mil reais, sendo o maior deles entre os Auditores ocupantes do cargo efetivo dos concursos de 2001, 2004 e 2005 e os Auditores apostilados, com quinquênios e/ou ocupantes de cargos comissionados, isto é, do grupo que domina e tem o poder/mando da SEF-MG, que influencia/paralisa as entidades representativas dos servidores do Fisco mineiro, gerando uma luta fratricida por espaço, poder e super salários, que vão muito além do teto constitucional, somente para àqueles integrantes desse malfadado grupo.

Estes problemas ainda são somados à contínua e crescente intimidação e perseguição dos Gestores Fiscais e do SINFFAZ, contando também com a blindagem do Secretário Colombini pelo Adjunto e Subsecretário da Receita, que despreza e se omite diante dos vários e insistentes ofícios com pedidos de reunião, não dando sequer uma resposta às solicitações.

Também foram realizadas várias denúncias quanto ao esvaziamento de Administrações Fazendárias e Postos Fiscais, o desmantelamento da SEF, especificamente da Subsecretaria da Receita, que provoca um verdadeiro caos na fiscalização, com veículos oficiais parados por falta de combustível e absurda dispensa/diminuição de faxineiros, chapas, recepcionistas, vigias e porteiros, gerando uma tremenda exploração dos terceirizados não dispensados, a demandar inspeção dos Auditores do Ministério do Trabalho ou causando a total ausência da prestação de serviços como o de movimentação de cargas nos PF’s.

Um dos pontos altos do Encontro do Triângulo foi a presença dos Deputados Elismar Prado e Weliton Prado, que prestigiaram a confraternização realizada após o encontro, que teve como objetivo unir e fortalecer a classe, promovendo a discussão e a troca de ideias, na busca da mobilização para a construção dos nossos objetivos.

No vídeo abaixo, o Deputado Federal Weliton Prado e o Deputado Estadual Elismar Prado comentam sobre suas participações nas ações do SINFFAZ e a importância da promoção destes encontros, que promovem a união da categoria e ao mesmo tempo suscitam as discussões relevantes para futuras deliberações.

Em breve, ainda serão realizados os encontros nas Regionais de Belo Horizonte e Montes Claros, respectivamente, nos dias 17 e 31 de maio.

Clique aqui e assista o vídeo, registrado pela Diretora Glaucia Eliana Rodrigues, onde o Deputado Estadual Elismar Prado, acompanhado do músico Tarcísio Manuvéi e do Grupo Viola de Nois, participa da confraternização e brinda os Gestores da regional com os seus dons musicais, promovendo um momento único de integração.

Clique aqui e veja todas as fotos do encontro.

Notícias Relacionadas

SINFFAZ celebra seus 25 anos de existência em evento na capital

integrate

TJMG julga IRDR sobre promoção por escolaridade

integrate

Fisco Mineiro unido contra perdas salariais

integrate