Sinfazfisco – MG
Arquivo

Segundo encontro para discussão de assuntos fiscais na SRF-BH

Foi realizado, no dia 21/8/2007, no auditório da Superintendência Regional – Belo Horizonte, o segundo encontro para discussão de assuntos de fiscais. Dessa vez o tema do encontro foi sobre os resultados de trabalhos fiscais no judiciário.
O evento contou com a presença do Advogado-Geral Adjunto do Estado, Dr. Alberto Guimarães Andrade, do Procurador da Dívida Ativa – 1ª PDA, Dr. Dario de Castro Brant Moraes, do Dr. Célio Lopes Kalume, Procurador da Advocacia Contenciosa, e dos colegas em exercício no Núcleo de Auditores Fiscais na AGE.
O Dr. Alberto Guimarães, abrindo a reunião, destacou a importância da aproximação entre a Fiscalização e os Procuradores, para o fortalecimento das peças fiscais no judiciário.
Os Colegas José Humberto Pereira Silva, João Alberto Vizzoto e Rogério Cardinali de Lima, trouxeram informações sobre suas atividades na AGE, principalmente sobre a revisão do crédito tributário e o trabalho de assessoria em perícias requeridas pelo juízo.
Ao final, o Dr. Célio Kalume fez uma exposição sobre algumas matérias que estão sendo discutidas no judiciário, como nota fiscal inidônea, tributação nas transferências de mercadorias, importação indireta e tributação do leasing.
Estiveram também presentes o Superintendente Regional, Gladstone Almeida Bartolozzi, e auditores fiscais em exercício na SUTRI, SUFIS, SAIF, NAC, DF e SRF Belo Horizonte.
Foi realizado, no dia 21/8/2007, no auditório da Superintendência Regional – Belo Horizonte, o segundo encontro para discussão de assuntos de fiscais. Dessa vez o tema do encontro foi sobre os resultados de trabalhos fiscais no judiciário.
O evento contou com a presença do Advogado-Geral Adjunto do Estado, Dr. Alberto Guimarães Andrade, do Procurador da Dívida Ativa – 1ª PDA, Dr. Dario de Castro Brant Moraes, do Dr. Célio Lopes Kalume, Procurador da Advocacia Contenciosa, e dos colegas em exercício no Núcleo de Auditores Fiscais na AGE.
O Dr. Alberto Guimarães, abrindo a reunião, destacou a importância da aproximação entre a Fiscalização e os Procuradores, para o fortalecimento das peças fiscais no judiciário.
Os Colegas José Humberto Pereira Silva, João Alberto Vizzoto e Rogério Cardinali de Lima, trouxeram informações sobre suas atividades na AGE, principalmente sobre a revisão do crédito tributário e o trabalho de assessoria em perícias requeridas pelo juízo.
Ao final, o Dr. Célio Kalume fez uma exposição sobre algumas matérias que estão sendo discutidas no judiciário, como nota fiscal inidônea, tributação nas transferências de mercadorias, importação indireta e tributação do leasing.
Estiveram também presentes o Superintendente Regional, Gladstone Almeida Bartolozzi, e auditores fiscais em exercício na SUTRI, SUFIS, SAIF, NAC, DF e SRF Belo Horizonte.
 
 
Fonte: Informativo da SEF nº660

Notícias Relacionadas

Mandado de Segurança – Liberação Paulo César

integrate

Chinaglia quer colocar reforma tributária em votação até o fim de junho

integrate

Gestores Fazendários são nomeados

integrate