Sinfazfisco – MG
Arquivo

Reunião dia 19/05/2006



Caros Colegas,
No último dia 19, às 15 horas, foi realizada uma reunião, a pedido do Subsecretário da Receita, em seu Gabinete. Presentes, a Presidente do SINFFAZ e os colegas Rogério Flávio, João Vitor, Raimundinho e Anderson.
O Pedro iniciou a reunião falando que a administração da SEF não anda satisfeita com o SINFFAZ porque este fica enviando carta em vez de conversar. Que nós devemos ter mais cuidado e que o Secretário é uma pessoa muito sensível.
Disse a ele que a carta, em momento algum foi desrespeitosa. Apenas refletiu a indignação da categoria e que a presidente não fala por ela mas por todos os filiados. Carta é apenas uma forma de comunicação. E ainda garante que o que é dito fique registrado sem risco de ser desvirtuado. E que cuidado deve ter mão dupla.
Ele nos disse ainda que muitos TTE/GEFAZ concordam com a decisão de contratar estagiários para as AF e que, inclusive, uma chefe de AF da SRF I lhe disse, durante sua exposição aos servidores daquela Superintendência, que se o Sindicato estava achando ruim, que fosse trabalhar lá na AF para ver a situação. Em resposta disse ao Pedro que o sindicato cumprre o seu papel de representar seus filiados e que nem todos os TTE/GEFAZ são filiados, portanto não estão representados legalmente. Mas que eu, pessoalmente, fico espantada em ver colegas que não se importam nem um pouco com o destino de toda uma categoria. Só pensa no próprio umbigo, ao defender situação pessoal.
Pedro fez então um relato sobre os motivos que levaram a SEF a contratar estagiários nas AF e afirmou que o Sinffaz interpretou mal o seu Memo Circular. Que lá não está dito que as vagas de GEFAZ serão preenchidas por estagiários (?).
Segundo ele, essas contratações terão como caráter único preencher a mão de obra escassa nas AF e, de forma alguma, serão feitas com o intuito de substituir os Gestores. E garantiu a realização de concurso ainda este ano. Ele ainda reforçou que os chefes das AF deverão ser informados de que os cargos de Gestores e Técnicos continuarão com suas respectivas atribuições e que, em momento algum os estagiários realizarão tarefas destinadas aos concursados.
Informou-nos que as contratações serão devidamente legalizadas e os estagiários serão acompanhados de perto para que suas tarefas sejam cumpridas de forma correta. “Cumprirão meio expediente e terão como objetivo tornar mais eficiente o andamento das repartições”, disse.
O SINFFAZ estará atento ao cumprimento da lei. As atribuições dos GEFAZ, são atribuições dos GEFAZ. Estágio serve à complementação da formação profissional dos estudantes. E a instituição deve oferecer supervisão, conforme prescreve a legislação. As tarefas devem contemplar a área de formação do estudante.


Notícias Relacionadas

SECRETARIO-ADJUNTO CONVIDA SINFFAZ PARA REUNIÃO

integrate

Servidora que se ausentou 60 dias consegue readmissão

integrate

Prazos processuais no STF são suspensos no feriado da Semana Santa

integrate