Sinfazfisco – MG
Arquivo

Mais informações sobre as contas do BB

Servidores discutem as mudanças nos serviços oferecidos pelo BB e analisam se realmente houveram melhorias
 
A transferência da folha de pagamento dos servidores públicos do Banco Itaú para o Banco do Brasil (BB) continua gerando discussões.
O SINFFAZ defende que alguns benefícios nos serviços do Banco do Brasil atingem apenas as contas-salários básicas. Portanto, os demais serviços do Banco, como por exemplo: cartões de crédito, conta-corrente e empréstimos, não oferecem nenhum tratamento diferenciado e nenhuma vantagem aos servidores.
Analisando o pacote de serviços oferecido pelo do Banco do Brasil, e tendo como parâmetro o conhecimento adquirido ao longo de treze anos como funcionária no Banco Itaú, a gestora Simone Mello, aponta algumas comparações entre os serviços oferecidos pelos bancos e mostra algumas vantagens do pacote do BB. “Trabalhei 13 anos no Itaú e três só com servidores públicos estaduais. Já analisei o pacote do BB e posso afirmar que ele é melhor do que o do Itaú”, enfatiza.
 

Comparações entre os pacotes do BB e do Banco Itaú

Banco do Brasil

Banco Itaú

Manutenção de conta-corrente ativa

Igual ao BB

Primeira via do cartão magnético

Igual ao BB

Talonário de cheques (fornecimento e processamento de 10 folhas)

Talonário com uma folha cumulativa com saque com cartão e DOC

Dois extratos mensais

Apenas um extrato mensal

Consultas de saldos em conta-corrente ilimitadas

Igual ao BB

Cinco saques por evento de crédito

Apenas um saque com evento de crédito, cumulativo com saque cartão e DOC

Um DOC/TED por evento de crédito

Um DOC/TED, cumulativo com saque com cartão e DOC
 
De acordo com a análise da gestora, o Banco do Brasil também oferece aos servidores que utilizarem outros serviços, isenção da tarifa do Pacote de Serviços entre dezembro de 2007 e fevereiro de 2008. Se a opção for utilizar a conta-corrente do BB, as tarifas a serem pagas serão as de conta-corrente, assim como no Itaú. Porém, as tarifas do Banco do Brasil são bem menores.
A utilização de serviços adicionais, oferecidos pelo BB, pelos servidores serão tarifadas de acordo com as modalidades de Pacotes de serviços disponíveis. Simone também afirma que os descontos e isenções se darão de acordo com o Programa de Relacionamento do BB – “Ponto pra você”.
Quanto ao envio de DOC’s, a servidora esclarece que todo esse sistema financeiro é regulamentado pelo BACEN e é o mesmo para todo o sistema. Sobre a isenção da tarifa sobre cartão de crédito, a gestora desconhece a sua existência no Banco Itaú.
A análise apresentada por Simone Mello tem como fundamento a sua experiência como gerente no Itaú, que de acordo com ela já está “contra-atacando”. “Hoje ao acessar o caixa eletrônico eles (Banco Itaú) já estão oferecendo empréstimos consignados com taxas mais baixas e novas tarifas de adesão”, completa.
O SINFFAZ está atento a essas discussões, buscando atender os interesses da categoria. No dia 23 deste mês haverá uma reunião da Intersindical com o BB para discutir se realmente essa mudança trará algum benefício ao servidor e se os demais serviços disponíveis apresentarão vantagens para a categoria.
 

Notícias Relacionadas

SEF descumpre ordem judicial e juiz determina pena para diretor da SRH

integrate

PL 3843/2013 continua aguardando votação em 1º turno

integrate

Sinffaz reúne-se com o STAFF da SEF/MG

integrate