Sinfazfisco – MG
Arquivo

Ipem realiza operações de fiscalização em Montes Claros

Começa, nesta terça (7) e vai até a próxima sexta-feira (10), a fiscalização dos veículos transportadores de cargas perigosas, no posto fiscal da Receita Estadual em Montes Claros, no Norte de Minas, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A ação é realizada por metrologistas da Gerência de Cargas e Produtos Perigosos do Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Minas Gerais (Ipem/MG). Entre os dias 13 e 17 de julho, a ação será no município de Ipatinga, no Leste do Estado, em rodovia ainda a ser definida.
Desde junho, a gerência tem realizado ações de fiscalização em parceria com a Polícia Rodoviária Federal e Estadual (PRE). Entre os dias 15 e 19 de junho, servidores da regional Uberlândia, no Triângulo Mineiro, e da PRF verificaram as condições de segurança de veículos (suspensão, freios, direção, sistema elétrico e iluminação) e dos equipamentos de segurança, observando se os tanques desses veículos estão aptos a transportar produtos perigosos. De 22 e 26 do mês passado, a ação foi dentro da base distribuidora de derivados de petróleo da Ipiranga do Brasil, onde foram verificadas normas de segurança, de acordo com padrões do Instituto Nacional e Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro).
Segundo o gerente de fiscalização de Cargas e Produtos Perigosos do Instituto, Rogério Bastos, nos cinco primeiros meses do ano (janeiro a maio), o Ipem Minas realizou 39 ações fiscalizadoras, totalizando 609 veículos/equipamentos verificados. Ainda de acordo com Rogério, foram lavrados 62 autos de infração em todo o Estado.
Rogério Bastos explica, ainda, que o Ipem faz uma previsão de roteiros de fiscalização a ser cumpridos durante o ano, mas esta pode sofrer alteração de acordo com a demanda e disponibilidade dos parceiros: PRF, PRE e distribuidores de derivados de petróleo no Estado. “Essas ações não são blitz e acontecem rotineiramente durante todo o ano”, conclui.
Fonte: www.mg.gov.br

Notícias Relacionadas

Nova proposta do Governo de alteração da GEPI

integrate

Departamento Juridico esclarece sobre Ipsemg

integrate

O SINFFAZ denunciou e nada mudou!

integrate