Sinfazfisco – MG

História

integrate

O SINFAZFISCO-MG, inicialmente denominado SINFFAZ, foi fundado em 15/04/1989, em Belo Horizonte, durante Assembleia Geral que contou com a presença de 142 servidores, objetivando defender os interesses das três classes existentes na época: ATF, AFTE e FTE, todas pertencentes à carreira da Tributação, Fiscalização e Arrecadação do Estado de Minas Gerais.

A Diretoria provisória, que assumiu o Sindicato nos primeiros anos, foi presidida por Alexandre Périsse de Abreu, no período de 1989 a 1991.

A partir desta data, o SINFAZFISCO-MG foi presidido por:

  • Vanderlúcio Alves Teixeira (1991)
  • José Nereu Domingues (1991 a 1992)
  • Antônio dos Reis Ferreira (1992 a 1997)
  • Veraldino Ramires Neto (1998 a 1999)
  • João Messias Ferreira Rodrigues (2000 a 2001)
  • Natividade Maria Barbosa Bahia Batista (2001 a 2002)
  • Raimundo Lustosa Filho (2003 a 2005)
  • Diva Maria de Castro Jannotti (2006 a 2009)
  • Antônio Bispo Ferreira (01/2009 a 04/2009)
  • Paulo César Marques da Silva (04/2009 a 2011)
  • Marcus Vinícius Bolpato da Silva (2012 a 2014)
  • Unadir Gonçalves Júnior (2015 a 2017)

Atualmente, o SINFAZFISCO-MG é presidido por Hugo René de Souza, eleito em 2017 para o triênio de 2018 a 2020.

A história do SINFAZFISCO-MG é marcada por vários desafios, lutas e vitórias. Nos 30 anos de existência, o Sindicato tem lutado por diversas melhorias para o Gestor Fazendário e para o Auditor Fiscal, buscando incessantemente um espaço funcional condizente com as atribuições legais da categoria, apesar de enfrentar um contexto organizacional de muito corporativismo infiltrado em todas as esferas administrativas da SEF/MG.

Após sua fundação e por um período de união da categoria, a divergência das três classes na defesa de seus interesses fez com que alguns filiados abandonassem a proposta inicial, estabelecendo o que até hoje presenciamos: a existência de dois sindicatos independentes que representam servidores da tributação, fiscalização e arrecadação.

Em 1999, o Sindicato apresentou no Senado Federal o substitutivo que inclui os cargos da carreira de Tributação, Fiscalização e Arrecadação entre aquelas consideradas Típicas de Estado. No mesmo ano, o Gestor Fazendário, à época ATF do QTFA, passou a ter escolaridade superior atribuída, através da Lei Única, específica para a SEF/MG, nº 13409/99 de 21/12/1999.

Em 2003, o Sindicato lutou ativamente contra a revogação de direitos e garantias do servidor público impostas pela Lei 14.683/03, que acarretou grandes perdas para o funcionalismo público estadual.

Atualmente, o Sindicato defende uma Reforma Tributária com justiça fiscal e social, garantindo ao servidor do fisco uma atuação mais eficaz em prol da população, valorizando as carreiras e oferecendo funções mais condizentes com sua capacidade e escolaridade, ampliando assim, o combate à sonegação fiscal e à concorrência desleal, em benefício do povo mineiro.

Em 28 de março de 2010, em assembleia histórica, o SINFAZFISCO-MG foi autorizado, por meio de alteração estatutária, a representar legalmente o pensionista, que até a presente data não tinha a quem recorrer para valer os seus direitos.

O SINFAZFISCO-MG espera tornar a categoria cada vez mais unida e favorecer para que cada Gestor e Auditor tenha consciência da importância de sua contribuição e de seu papel no contexto organizacional e na sociedade.

Assista abaixo nosso vídeo institucional de 30 anos do Sindicato e um pouco desta história: