Sinfazfisco – MG
Arquivo

Governo de Minas divulga premiados em Gestão Pública

<!– /* Font Definitions */ @font-face {font-family:Tahoma; panose-1:2 11 6 4 3 5 4 4 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:1627421319 -2147483648 8 0 66047 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:””; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:”Times New Roman”; mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;} a:link, span.MsoHyperlink {color:blue; text-decoration:underline; text-underline:single;} a:visited, span.MsoHyperlinkFollowed {color:purple; text-decoration:underline; text-underline:single;} @page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} –>
A edição desta quinta-feira (8) do Minas Gerais publica a relação dos trabalhos vencedores do 4º Prêmio Excelência em Gestão Pública, promovido pelo Governo de Minas e coordenado pela Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), com a colaboração da Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho/Fundação João Pinheiro (FJP) e apoio do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

O 4º Prêmio Excelência em Gestão Pública teve este ano o maior número de candidatos, com um total de 91 inscrições válidas de servidores públicos das administrações direta e indireta, além de autarquias e fundações estaduais, com trabalhos que incentivam a geração de novos conhecimentos em gestão pública.

Vencedores

Os três melhores trabalhos das três categorias inseridas em “Experiências e Iniciativas de Sucesso Implementadas” e “Experiências e idéias Inovadoras Implementáveis”, receberão prêmios de R$ 8.000,00 para o primeiro lugar; R$ 4.000,00 para o segundo; e R$2.000,00 para o terceiro colocado. Além da premiação, os servidores terão seus trabalhos divulgados na Coletânea de Trabalhos Vencedores.

Na primeira e segunda categorias de “Experiências e iniciativas de sucesso implementadas”, a exigência era de que o trabalho fosse decorrente de ação prevista em Projeto Estruturador, em item da Agenda Setorial ou projeto com aporte de alguma instituição externa ao órgão. Outra exigência era que o projeto já deveria ter sido implementado na Administração Pública Estadual, apresentando resultados comprovadamente mensurados ou em execução em período superior a 12 meses.
Na primeira categoria, o trabalho vencedor foi “Pesquisa de Satisfação dos Usuários das Rodovias Mineiras”, apresentado pelos servidores Luiz Fernando da Silva Telles e Gilson Velasquez Santos Junior, da Secretaria de Estado de Transportes e Obras Públicas (Setop).

Já o segundo lugar ficou com o “Projeto Inovar – Sistema Pedagógico Participativo e Interativo de Formação Continuada em Serviços”, apresentado pelos servidores da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG), Leonardo Fernandes Moreira, Maria Helena Silva, Thiara Vieira Viggiano Fernandes, Valmar Gonçalves de Sousa e Maria da Graça Lima Bragança. O terceiro lugar ficou com Natália Couto Bavoso, servidora da Setop, com o trabalho “Programa Mineiro de Qualidade e Produtividade no Habitat”.

A segunda categoria, também inserida em “Experiências e Iniciativas de Sucesso Implementadas”, premiou Ivanir Barbosa de Oliva e Souza, Maria Alves Ferreira e Rita Ferreira da Mota, da Secretaria de Estado de Educação, em primeiro lugar, com o trabalho “Sertão SOS a UAI”. Em segundo lugar ficaram os servidores José Cláudio Junqueira Ribeiro, Christiano Lemos de Moraes Brandão, Francisco Bizzotto Gomes e Felipe Correa de Souza Pereira Gomes, da Fundação Estadual do Meio Ambiente, com o trabalho “Indicadores Ambientais – Índice de Desempenho da Política Ambiental para o Estado de Minas Gerais”. O terceiro lugar coube ao trabalho “O cálculo da Substituição Tributária na Cobrança do ICMS”, de autoria do servidor da Secretaria de Estado de Fazenda, Eduardo Samaan.

Idéias Inovadoras

Na categoria três, inserida em “Experiências e idéias inovadoras implementáveis”, o primeiro lugar foi conferido aos autores Cláudia Bolognani Pereira, William Peter Silva, Marcos Verdade Vieito e Carolina Resende Costa Almeida, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, com o trabalho “Sistema de Gestão de Ações do Travessia – A Utilização da Tecnologia na Articulação de Políticas Públicas”. A segunda colocação ficou com os servidores da Setop Daniel Rodrigues Nogueira, Celso Alexandre Cotta Cenachi, Marina Queirós Cury e Tiago Cançado Diniz, que apresentaram trabalho sobre “Projeto Siar – Sistema Integrado do Acordo de Resultados”. Já os servidores Renata Martins de Meirelles, Carlyle dos Passos Laia e Thiago Alexsander Costa Grego, do Sistema Estadual de Meio Ambiente, ficaram em terceiro lugar com o trabalho “A Implantação das Diretrizes da Global Reporting Initiative – GRI no Sisema: O Pioneirismo de uma Nova Ferramenta de Gestão em Órgãos Públicos na América Latina”.

Tendo em vista o alto nível dos trabalhos inscritos a Comissão Julgadora do 4º Prêmio Excelência em Gestão Pública do Estado de Minas Gerais destacou três trabalhos com Menção Honrosa. Na categoria dois foi indicado o trabalho “Gestão e Arquivamento do Documentos de Contabilidade e Finanças Públicas”, do servidor Ricardo Vieira de Jesus, da Secretaria de Estado de Defesa Social, e “Gestão de Materiais e Serviços, Logística e Patrimônio”, da servidora da Universidade do Estado de Minas Gerais, Eunice Tavares de Paiva. Na categoria três foi premiado o trabalho “Práticas Sustentáveis em Estabelecimentos prisionais: Captadores de água de chuva”, do servidor Ricardo Luiz Nascimento dos Santos, da Secretaria de Estado de Defesa Social.

Comissão

A comissão responsável pelo julgamento dos trabalhos foi coordenada pelo presidente da Fundação João Pinheiro, Afonso Henriques Borges, e composta pela assessora da Seplag, Maria Thaís de Oliveira Santos; Simone Dufloth, Gerente de Ensino e Pesquisa da Fundação João Pinheiro; e Luis Aureliano Gama de Andrade, do Banco de Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais. A Comissão contou ainda com o professor Caio Marini, da Fundação Dom Cabral; a especialista do setor público do Banco Mundial, Evelyn Levy, e o vice-presidente da Sociedade para Desenvolvimento da Informação, Solón Pinto. Este ano, além da avaliação dos trabalhos, a Comissão, realizou visitas técnicas aos locais de trabalho dos servidores para conhecer o desenvolvimento dos temas inscritos.
 
<!– /* Font Definitions */ @font-face {font-family:Tahoma; panose-1:2 11 6 4 3 5 4 4 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:1627421319 -2147483648 8 0 66047 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:””; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:”Times New Roman”; mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;} a:link, span.MsoHyperlink {color:blue; text-decoration:underline; text-underline:single;} a:visited, span.MsoHyperlinkFollowed {color:purple; text-decoration:underline; text-underline:single;} @page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} –>
Fonte: www.mg.gov.br

Notícias Relacionadas

Reunião do CONES sobre o IPSEMG

integrate

Sinffaz reúne-se com o Governo

integrate

Notícias sobre o Ipsemg

integrate