Sinfazfisco – MG
Arquivo

COMUNICADO DA MOBILIZAÇÃO 06

Prezados Colegas,
 
Lembramos a todos que na Assembleia Geral Extraordinária realizada na Praça da Assembleia Legislativa, no dia 15 de junho, a categoria definiu pela mobilização visando demonstrar ao Governador que temos a capacidade de reagir contra a política atual desenvolvida pela SEF, deixando claro que não somos passivos como a Alta Administração da SEF quer fazê-lo crer. O resultado positivo da mobilização, juntamente com o trabalho político que estamos realizando, demonstrará ao Governador a necessidade de estudar, discutir e implementar o Projeto de Incremento da Arrecadação, que trará maiores recursos para os cofres públicos através do combate a informalidade e a concorrência desleal.
 
Sabe-se que hoje o Estado realiza prioritariamente fiscalização através de arquivos eletrônicos oriundos do cartão de crédito, confrontando-os com a escrita fiscal do contribuinte. Aquele que está na informalidade jamais é incomodado e que acontece em todo o território mineiro a “lei do quem pode mais”, com circulação livre de mercadorias pelas estradas, sendo desde mercadorias sem notas, subfaturadas, com várias viagens, mercadorias roubadas, contrabandos e descaminhos.
 
O benefício do Projeto de Incremento da Arrecadação é incontestável, basta ver casos fáticos como o da Bahia que gerou em 2009 mais de 149% de crescimento da arrecadação do trânsito, sem considerar o grande crescimento da arrecadação indireta. Também foi o Estado da Bahia, em 2010, que teve o maior crescimento médio em arrecadação do País.
 
É através da mobilização que demonstraremos a nossa força e iniciamos o movimento no dia 1º de julho com o objetivo claro do não atingimento das metas acordadas com o Governo, através do Acordo de Trabalho.
 
Naquele mês houve negociações com a SEF, que trouxe a “proposta indecente”, através do Colombini, de regulamentar a Lei de Carreira 15.464/2005 e deixar a nossa proposta para outra oportunidade incerta e não sabida. Levamos a proposta ao conhecimento da categoria a qual a rechaçou por unanimidade. Fizemos o comunicado do resultado ao Secretário de Fazenda e ao Governador, informando que a categoria estaria em movimento pela implementação do Projeto, através de mobilização, e que se o Governo resolvesse abrir negociações deveria fazê-lo nas próximas 72 horas.
 
O mês de julho foi quase todo consumido com essas atividades de legalidade, negociação com a SEF e cumprimento de formalidades impostas pela lei de greve.
 

Algumas AFs já estão mais adiantadas e envolvidas encontrando-se mobilizadas, e nos enviaram os primeiros resultados de sua Regional, veja o quadro abaixo da SRF de Contagem:
 
Clique aqui para ver a tabela
 
Podemos observar nesta Superintendência o envolvimento dos colegas, ainda não é o ideal, mas já demonstra a nossa capacidade, que só depende de nós para interferirmos nos resultados.
 
Passaremos a analisar e divulgar os resultados que nos forem enviados, bem como agir nas cidades onde os mesmos não estiverem contento, ou seja, onde não estejam vermelhos, animando e encorajando os colegas para que atinjamos os nossos objetivos.
 
Os resultados dependem de cada um de nós, basta cada um fazer a sua parte!
 

Além de Contagem, recebemos informações de que AFs de Belo Horizonte, Juiz de Fora, Ipatinga e Montes Claros estão mobilizadas, porém ainda não recebemos o quadro de metas das mesmas para análise e divulgação. Estamos em uma crescente no movimento e neste mês as principais AFs do Estado já deverão estar completamente mobilizadas.
 
Com este fim, visitamos no dia 02 de agosto as sedes de Superintendência de Uberaba e Uberlândia e no dia 03 a de Governador Valadares. Na ocasião esclarecemos a todos os presentes sobre a responsabilidade individual de cada Gestor, para o sucesso ou não da mobilização e consequentemente da implementação do Projeto de Incremento da Arrecadação.
 
Esclarecemos aos presentes que o Sinffaz não tem como unificar procedimentos, vez que as metas definidas nos Acordos de Trabalho são diferentes em cada região, observando a sua característica e potencialidade. Reafirmamos que o importante é que cada Gestor Fazendário faça a sua parte, utilizando os mais diversos meios e criatividade para o não atingimento das metas estipuladas.
 
Referente ao acordo com o Sindipúblicos, autorizado na reunião de Diretoria do dia 23 de julho, se for concretizado, iremos publicá-lo para que toda a categoria tome ciência dos termos. O Sinffaz está atento e tomando todo o cuidado para que ele não traga prejuízos à categoria de Gestores Fazendários.  O encaminhamento desta parceria será salutar e proveitoso para ambas as categorias e não trará unificação das mesmas.
 
Esperamos que continuem enviando sugestões de ações para que possamos analisá-las e divulgá-las; pedimos, ainda, que descrevam de que forma a sugestão trará resultados para o não atingimento das metas.
 
Parabéns a todos os que estão participando da mobilização, em especial aos colegas de Contagem pelo seu resultado!
 

A Diretoria

Matéria restrita!
É proibida sua impressão, envio por e-mail ou qualquer outro tipo de divulgação.

Notícias Relacionadas

Presidente do Sinffaz grava entrevista na Rádio Itatiaia

integrate

92º Encontro de Prefeitos das Cidades Pólo de Minas Gerais

integrate

Gestores de Governador Valadares entregam Ofício ao Secretário

integrate