Sinfazfisco – MG
Arquivo

Comissão pede providências quanto a impactos da Cidade Administrativa

<!– /* Font Definitions */ @font-face {font-family:Tahoma; panose-1:2 11 6 4 3 5 4 4 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:-520077569 -1073717157 41 0 66047 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:””; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:12.0pt; font-family:”Times New Roman”; mso-fareast-font-family:”Times New Roman”;} @page Section1 {size:595.3pt 841.9pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:35.4pt; mso-footer-margin:35.4pt; mso-paper-source:0;} div.Section1 {page:Section1;} –>
Uma série de pedidos de providências a autoridades devido aos impactos da implantação da Cidade Administrativa foi aprovada em reunião da Comissão de Participação Popular da Assembleia Legislativa de Minas Gerais nesta quinta-feira (8/4/10). Os requerimentos, de autoria do presidente da comissão, deputado André Quintão (PT), decorrem da audiência pública realizada em Vespasiano (Região Metropolitana de Belo Horizonte), no Morro Alto, bairro que fica próximo à nova sede do Governo do Estado.
 
Dois requerimentos são de apelo ao governador e aos titulares da Agência RMBH e das secretarias de Estado de Desenvolvimento Regional e Política Urbana, de Planejamento e Gestão e de Transporte e Obras Públicas. O primeiro apelo é para que todas as intervenções promovidas no entorno do Centro Administrativo, especialmente as da MG-424 e do Terminal Metropolitano, sejam precedidas de audiências públicas para ouvir as prefeituras, as câmaras municipais e comunidades envolvidas.
 
Outro apelo é no sentido de que sejam acatadas as medidas de compensação sugeridas pelas comunidades do bairro Morro Alto e região, conforme justificativa da vereadora de Vespasiano, Adriana Alves Lara. O deputado André Quintão também solicitou audiência pública para discutir os impactos ambientais decorrentes das obras da Cidade Administrativa, Terminal Metropolitano e intervenções na MG-424 para Vespasiano e região.
 
Violência contra crianças – Foi também aprovado requerimento de André Quintão pela realização de debate público para tratar de políticas públicas de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes.
 
Por fim, foi aprovado requerimento do deputado Eros Biondini (PTB), vice-presidente da comissão, de audiência pública conjunta com a Comissão de Saúde. A reunião discutirá o Projeto de Lei (PL) 4.230/10, de sua autoria, que institui meia-entrada para doadores de sangue do Hemominas, nos eventos esportivos realizados nos estádios e ginásios sob a administração do Estado.
 
Presenças – Deputados André Quintão (PT), presidente; Eros Biondini (PTB), vice; João Leite (PSDB) e Padre João (PT).
 
Fonte: Assessoria de Comunicação da Assembleia Legislativa de Minas Gerais – em 08/04/2010
 
http://www.almg.gov.br/index.asp?grupo=comunicacao&diretorio=not&arquivo=ultimas-noticias

Notícias Relacionadas

Sindicato fica livre de custas em Mandado de Segurança Coletivo

integrate

Projeto sobre divulgação de tarifas bancárias já pode ir a Plenário

integrate

Desconto Conta Reserva – Licença Saúde

integrate