Sinfazfisco – MG
Arquivo

SINFFAZ reune com Secretário Adjunto

 

Aconteceu na última sexta-feira, dia 19, uma reunião do SINFFAZ com o Secretário-Adjunto da Fazenda, Pedro Meneguetti. Também estiveram presentes o Chefe de Gabinete da Secretaria de Fazenda, José Luiz Lima, o Assessor do Gabinete do Secretário de Fazenda, Wagner Pinto Domingos, o Assessor da SRH, Marcos Diniz, o Presidente do SINFFAZ, Marcus Vinícius Bolpato, a Vice-Presidente, Brígida Colares, e o Jornalista, Tiago Viana.

A reunião começou às 16h30 na Cidade Administrativa e teve como pauta os impasses sobre as negociações do PL 3843/2013. O secretário-adjunto esclareceu que o Deputado Lafayette, relator do PL, compareceu à Secretaria de Fazenda, mas não repassou o conteúdo da discussão. Afirmou que o Governo não admitirá nenhuma emenda para os servidores da SEF, mas tão somente o que está no PL encaminhado pelo Governador, ou seja, simplesmente a eliminação de níveis da estrutura das carreiras.

O secretário-adjunto deixou claro que a Fazenda está fora do reajuste.  Afirmou ainda “Não fazemos parte dos 25% que não tiveram reajuste, pois já temos todos os anos no mês de janeiro. O PL é a vontade do governador, do jeito que está”.

O presidente do SINFFAZ foi bastante incisivo em demonstrar o descontentamento da categoria, devido a falta de negociação nas regras de posicionamento do PL, que não leva em consideração o quesito tempo de carreira e mérito.

O secretário informou que os reajustes foram analisados, mas descartados devido ao impacto de cerca de 2% na folha de pagamento da Fazenda. “Não foi esquecimento do governo, foi uma decisão”, afirmou.

Em suma, o secretário-adjunto concordou que o projeto irá beneficiar apenas os futuros servidores da SEF e o efeito financeiro será apenas para quem está nos níveis que serão extintos. O SINFFAZ ressaltou que da forma como está no PL os servidores terão prejuízo no seu patrimônio funcional adquirido em anos de efetivo exercício tendo de permanecer ainda por mais cinco anos para ter a primeira promoção, ferindo a isonomia.

O SINFFAZ continuará lutando para que as regras de reposicionamento sejam ajustadas e o servidor tenha respeitado seus direitos conquistados em anos e anos de trabalho qualificado. Sendo assim o Presidente Marcus Bolpato entregou ao Secretário Adjunto uma cópia da sugestão do SINFFAZ para ajustes nas Regras Reposicionamento do PL. Tal sugestão foi entregue aos Deputados na ALMG para apresentação de emendas. (Conheça Aqui a Sugestão)

Para acompanhar o andamento das tramitações do PL 3843/2013 clique aqui.

Clique aqui e veja mais fotos da reunião.

A Diretoria

Notícias Relacionadas

Legalização com menos burocracia

integrate

Emendas levam TJ a alterar projeto

integrate

Plenário entende que EC nº 21 deve ser tratada em Lei Ordinária

integrate