Sinfazfisco – MG
Arquivo

Protesto mobiliza Servidores Fazendários!

 
 
Exemplo de luta, dignidade e união dos servidores.
Foi assim definido o protesto que aconteceu na porta da AF/Contagem na praça da Cemig hoje, 29 de março durante todo o dia. Cerca de 50 Gestores, Técnicos e Analistas Fazendários se vestiram de preto, fizeram um apitaço e utilizaram faixas afixadas na entrada, em resposta às decisões do Superintendente Regional Sr. Cláudio Olímpio.
 

 
Na tarde de ontem, o sindicato, representado pelo presidente Marcus Vinícius Bolpato e  seus diretores, foram recebidos pelo Superintendente que explicou os motivos que o levaram a exonerar o Chefe da AF, senhor Paulo Sérgio há dez anos no cargo.
 

Ainda segundo o superintendente, Paulo Sérgio foi informado da decisão na segunda-feira.
Para o sindicato, tal atitude foi tomada em represália a uma campanha desenvolvida pelo Sinffaz, pedindo a valorização e o respeito ao trabalho do Gestor Fazendário dentro da SEF.
Marcus Bolpato diz que a lista com 22 nomes de Chefes de AFs em cargos comissionados está sendo seguida á risca e que essas atitudes são descabidas e ferem o direito de livre expressão.
Os servidores utilizaram também um carro de som durante todo o dia.
Durante o protesto, foi realizado um abaixo-assinado contra tais atitudes com o objetivo de intimidar e calar toda uma categoria. Outra decisão repudiada pelo sindicato foi a tomada contra o Chefe da AF/Resplendor, também exonerado, mas pelo Superintendente de Governador Valadares. 

O movimento atraiu a atenção da mídia. Pela manhã, as rádios Globo, América e CBN conversaram com o presidente do Sinffaz e a tarde foi a vez do jornalista Eduardo Costa do programa Chamada Geral da rádio Itatiaia.
As entrevistas foram ao vivo, e todas no mínimo com 5 minutos. Importante pois a abrangência das mesmas é enorme, todo o estado e atinge milhares de pessoas.
O protesto durou até o fim do dia. O que ficou claro e a categoria comemorou é que as arbitrariedades da SEF, estão ajudando a unir os servidores num crescimento de revolta, indignação, o que fortalece a todos.
 
Colegas da AF/BH1 e AF/BH2 em sinal de solidariedade, também se juntaram ao movimento cruzando os braços em seus locais de trabalho.Na AF/Sete Lagoas os gestores vestiram-se de preto em sinal de protesto. No período da tarde, colegas da AF Betim, deixaram sua unidade e engrossaram a manifestação na praça da Cemig. O movimento é uma onda que está crescendo em toda Minas Gerais com o objetivo único de se fazer justiça e que não impere na SEF a demagogia, a arbitrariedade muito menos o abuso de poder.
 

 
Abaixo, Gestores AF Sete Lagoas.
 

 
 
Ouça aqui a entrevista do presidente à Rádio Itatiaia
 
Veja o protesto em todo o Estado

Notícias Relacionadas

Encaminhamento da Tabela

integrate

Edital de convocação para a 54ª Assembleia Geral Extraordinária

integrate

Ejef lança radiografia da Justiça

integrate