Sinfazfisco – MG
Arquivo

MPT e sindicatos fazem acordo para evitar greve

Sindicatos do funcionalismo de oito municípios do Alto Tietê e a Procuradoria Regional do Trabalho de São Paulo firmaram acordo para evitar greve no setor público. No termo, os sindicalistas se comprometeram a só deflagrar qualquer movimento depois de esgotadas todas as vias de negociação.
A pauta será intermediada pela Câmara de Mediação de Conflitos Coletivos entre Trabalhadores e Administradores Públicos do Alto Tietê, que funciona nas dependências do Ofício de Mogi das Cruzes.
O termo foi assinado pelos dirigentes sindicais de entidades do funcionalismo dos municípios de Mogi das Cruzes, Biritiba-Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Poá, Salesópolis e Suzano durante visita ao Ofício.
Na ocasião, os sindicalistas apresentaram ao procurador Marco Antônio Ribeiro Tura uma pauta com uma série de reivindicações e os principais obstáculos na hora de negociar com os gestores de prefeituras, câmaras municipais e autarquias.
Segundo o procurador, a Câmara terá reuniões ordinárias bimestrais. Também poderá ser convocada pelas partes para discutir as reivindicações, propostas e futuros acordos com o Poder Público.
“A população exige serviços públicos de qualidade. Isso só é possível se os trabalhadores do setor públicos tiverem uma remuneração digna e um ambiente de trabalho saudável. Por isso, o MPT tem todo o interesse em fazer a intermediação das negociações entre o Poder Público e os sindicalistas”, explica Tura.
O Ofício de Mogi das Cruzes funciona, de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h. O endereço é rua professora Leonor de Oliveira Mello, nº 189, no Jardim Santista. O telefone é (11) 4724-7226.
Fonte: Revista Consultor Jurídico, 6 de junho de 2007

Notícias Relacionadas

Deliberações 40ª Assembleia Geral Extraordinária do Sinffaz

integrate

Maior de 21 anos não ganha pensão por morte de servidor

integrate

Executivo propõe Núcleo Gestor da Cidade Administrativa

integrate