Sinfazfisco – MG
Arquivo

Movimento pressionará pelo fim da CPMF

Entidades de classe brasileiras estão se mobilizando contra a prorrogação da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), que engole 0,38% de todas as operações financeiras realizadas no país e rende uma receita anual de cerca de R$ 32 bilhões para o governo. Amanhã, a Associação Comercial de São Paulo (ACSP), que encabeça um grupo de 50 associações empresariais, lançará o movimento “Xô CPMF”, a fim de extinguir ou diminuir significamente as alíquotas do tributo, que tem validade somente até 31 de dezembro deste ano.
O presidente da ACSP, Guilherme Afif Domingos, que também é secretário de Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo, defende a redução para, no máximo, 0,05% sobre essas operações. De acordo com ele, o desejável é que a CPMF incida apenas em 0,01% das movimentações, para permitir a vigilância sobres as transações financeiras.
 Fonte: Diário do Comércio

Notícias Relacionadas

Sinffaz participa do 13º Sefaz Debate

integrate

Conheça seus direitos!

integrate

SINFFAZ disponibiliza novo canal de comunicação para denunciar o Assédio Moral

integrate