Sinfazfisco – MG
Arquivo

Justiça internacional: conferência no TJ

No dia 27 de agosto, às 16h, o professor Antônio Augusto Cançado Trindade proferirá a conferência “Os tribunais internacionais contemporâneos e o direito de acesso à Justiça internacional”, no auditório do Anexo I do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG), na rua Goiás, 229, centro, em Belo Horizonte. Em seguida, haverá o lançamento de seu livro “Direito das organizações internacionais”, em sua 4ª edição, atualizada e ampliada.
As inscrições para a conferência podem ser feitas pelo telefone (31) 3247-8779 . O evento é uma promoção da Escola Judicial Desembargador Edésio Fernandes (Ejef) em parceria com a Livraria Del Rey Editora.
Currículo

Antônio Augusto Cançado Trindade é juiz da Corte Internacional de Haia e foi presidente da Corte Interamericana de Direitos Humanos, na Costa Rica, entre 1999 e 2005. Natural de Belo Horizonte, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), fez mestrado e doutorado na Universidade de Cambridge, na Inglaterra.
É professor titular de Direito Internacional Público da Universidade de Brasília (desde 1978) e do Instituto Rio Branco (desde 1979). Autor de diversas obras jurídicas, no campo do Direito Internacional e dos Direitos Humanos, é professor visitante em várias universidades americanas e européias, como Universidade de Los Andes (Mérida, Venezuela), Universidade de Ferrara (Itália), Universidade de Lisboa (Portugal) e Universidade de Washington (Estados Unidos).
Exerceu o cargo de consultor jurídico do Ministério das Relações Exteriores do Brasil, de 1985 a 1990. É membro do Instituto de Direito Internacional, na Bélgica, do Conselho do Instituto Internacional de Direitos Humanos, em Estrasburgo, e do Instituto Interamericano de Direitos Humanos, na Costa Rica.
Fonte: Site TJMG

Notícias Relacionadas

SINFFAZ divulga vídeo sobre aprovação do estado de greve

integrate

ALMG vai conter despesas devido à queda na arrecadação do Estado

integrate

Aprovados no concurso da SEF reúnem-se no Sinffaz

integrate